Os comboios magnéticos são avançados,
inovadores e importantes!

Os comboios magnéticos rápidos são sistemas de tráfego de grande importância para as perspectivas futuras das regiões, países e Estados. Eles podem gerar vantagens para a posição e adquirir um lugar importante. Os comboios magnéticos entendem-se como inovações de estrutura revolucionária e podem, ao mesmo tempo, agir como plataformas de desenvolvimento tecnológico (isto é super conduções, novos materiais). Devido à optimização da conexão, em rede, entre os lugares, à diminuição da duração da viagem e à eficiência dos recursos, eles podem abrir o caminho ao rendimento da economia nacional de forma positiva. Um emprego razoável favorece as vantagens da colectividade social e é efectivo de forma considerável, relativamente à imagem e ao prestígio.

A metrópole de Shanghai que utiliza o Transrapid desde 2003, no tráfego de alta velocidade, utiliza, por exemplo, estas vantagens de maneira intensiva e manuseia-as ofensivamente, embora esta linha, actualmente, seja demasiadamente curta para poder ser, no sentido da economia industrial, sucessiva.

Existem diferentes sistemas de comboio magnético, incluindo as respectivas vantagens do sistema individual que sugerem objectivos de emprego diferentes, isto é, no tráfego de alta velocidade como sistema de tráfego urbano.

O Transrapid alemão e o Linear MLX japonês pertencem ao tráfego de alta velocidade e aos sistemas de comboio magnético representativos. O Transrapid Shanghai tem obtido desde 2003 sucesso na acção diária. O Dolphin chinês que se baseia no sistema de Transrapid, também, aponta para o segmento de alta velocidade. Comparado com este, o Linimo japonês e o Rotem Maglev da Coreia do Sul são exemplos para utilização no tráfego urbano.